Site é parte do negócio para o varejo, diz estudo

Os grandes varejistas que possuem programas de private label (cartão próprio) devem utilizar melhor os websites como ferramenta de negócios e prospecção de clientes. Essa é a conclusão do estudo Site Fácil — Melhores Práticas em Cartões Próprios do Varejo, lançado pelo Ibope Inteligência. O estudo avaliou as páginas de cartões dos varejistas, com foco na tela de abertura da área de cartões de cada site.

De acordo com o levantamento, dez grandes varejistas foram analisadas. Entre elas é possível citar as redes C&A, Carrefour, Leader Magazine e Marisa.“Submetemos os sites a 24 itens de análise, englobando o acesso à área de cartões, links, design, conteúdos e arquitetura da informação. Mesmo aqueles que mais se destacaram apresentaram problemas importantes, como a falta de padrão nas interfaces apresentadas aos usuários”, relata Ricardo Lopes, analista responsável pelo estudo.

A sondagem mostra que os varejistas que atuam em parceria com instituições financeiras estão entre aqueles que falham na padronização do site. Alguns deles redirecionam os internautas para o site do parceiro, para a realização de algumas tarefas como consulta a extrato ou aquisição do plástico via Internet. Problemas como esse podem ser obstáculos à navegação e ao sucesso da estratégia on-line das empresas, pois confundem o internauta e geram frustração.

Os resultados do comércio eletrônico e do próprio mercado de private label indicam que o meio eletrônico tende a tornar-se cada vez mais um fator crítico de sucesso na estratégia das redes de varejo. “O desafio dos varejistas é incorporar conteúdo e prestação de serviços aos clientes de cartões, aproveitando o crescimento do comércio eletrônico e a base de portadores de plásticos próprios”, diz.


fonte: Panorama Brasil / DCI - SP


Último Projeto
Cases de Sucesso
© copyright 2009 designvix - Politica de privacidade
(CSS) O que isso significa!
 | 
(XTML) O que isso significa!